Minha lista de blogs

quarta-feira, 16 de abril de 2014

SEMINARISTA DA ARQUIDIOCESE DE NATAL ESTUDA E FAZ MISSÃO EM RONDONIA


Natural de São Gonçalo do Amarante (RN), Andreson Madson do Nascimento, aluno do segundo ano de Teologia, do Seminário de São Pedro, decidiu, no final de 2012, deixar a terra natal e fazer uma experiência missionária na Amazônia. O local escolhido foi a Arquidiocese de Porto Velho (RO). Hoje, com 30 anos de idade, o seminarista e estudante de Teologia, afirma que é feliz e que valeu a pena este quase um ano e meio de experiência, já vivido em terras rondonienses.
 
Ândreson explica que a vocação dele nasceu durante as Santas Missões Populares, que aconteceram nas paróquias, em preparação para o centenário de criação da Diocese de Natal, comemorado em 2009. “Como vim de um processo vocacional, surgido no período das Santas Missões, chegou um momento, durante o Curso de Teologia, que me senti estimulado a fazer essa experiência missionária. Porém, tudo foi impulsionado quando, em um encontro, no Seminário, o nosso Arcebispo, Dom Jaime Vieira, disse que se algum seminarista tivesse o desejo de fazer uma experiência de estudo e missão, na Região Amazônica, ele daria todo apoio”, recorda. Ândreson também lembra que após tomar a decisão, em comum acordo com o reitor do Seminário, foi iniciada a busca do lugar onde faria a experiência. Pelos meados do ano de 2012, foram iniciados os contatos com o arcebispo de Porto Velho, Dom Esmeraldo Barreto. Em dezembro daquele ano, a Arquidiocese da capital rondoniense promoveu a primeira experiência missionária, com seminaristas e leigos de outros estados. Ândresson participou e decidiu que, já no ano seguinte, passaria a estudar Teologia no Seminário Maior João XXIII, da Arquidiocese de Porto Velho. “Por que não estudar Teologia, em lugar específico de missão, como é a Amazônia?”, diz o seminarista potiguar.
 
Missão em Rondônia
 
Para Ândreson Madson, o que mais chamou a atenção dele, neste mais de um ano de experiência missionária na Arquidiocese de Porto Velho, é a formação do povo. “Aqui, temos muitas pessoas que vieram de outros estados, mas temos pessoas nativas, como os ribeirinhos (que moram nas proximidades dos rios), e povos indígenas, de cultura tradicional amazônica”, explica. De acordo com o seminarista, naturalmente a Igreja enfatiza o protagonismo dos leigos. “É uma igreja que se organiza a partir de seus membros e faz com que eles tenham papel importante na dinâmica da comunidade. Quando nós, seminaristas, saímos em missão percorrendo as paróquias do interior, percebemos que as pessoas, quando chegam de outros lugares e começam a trabalhar na terra, elas se organizam como Igreja. Aquelas pessoas conseguem tornar uma igreja viva e fortalecida. Isso é uma realidade muito forte, por aqui”, relata.
 
O termo ‘missão’ é tão forte nas terras rondonienses que até o sacerdote é chamado de ‘missionário padre’. “Você já recebe a missão no batismo. Então, todo cristão batizado é chamado a ser missionário. A partir dessa compreensão, não importa se você é padre, leigo ou religiosa. O importante é que, antes de tudo, você seja um missionário. E esta missão você vai desenvolver no estágio de vida para o qual Deus lhe chamou”, explica o reitor do Seminário Maior João XXIII, da Arquidiocese de Porto Velho, Padre Geraldo Siqueira.
 
O Seminário João XXIII atualmente recebe seminaristas de Porto Velho e das Dioceses de Guajará Mirim (RO) e de Humaitá (AM), além de Ândreson Madson, da Arquidiocese de Natal. “Nós temos a clareza de que se a nossa Igreja servir como porta para esses seminaristas, como é o caso de Ândreson, conhecerem a realidade da Amazônia e sentir pulsar, em seu coração, o desejo de se tornar missionário nessa Igreja que tanta necessita, então, porque não abrir as portas para eles? Não importa se ele é de Porto Velho ou de outra diocese. O importante é que ele descubra que Deus chama e aponta para a Amazônia”, diz o reitor, Padre Geraldo Siqueira. Atualmente, o Seminário Maior João XXIII conta com 20 seminaristas.
 
Arquidiocese de Porto Velho
 
Criada como Diocese em 01 de maio de 1925 e elevada à Arquidiocese em 4 de outubro de 1982, é, atualmente, formada por 29 paróquias e uma área territorial de 84.696 km². Segundo o seminarista Ândreson, mesmo contando apenas com 29 paróquias, a Arquidiocese conta com 800 comunidades organizadas, chamadas de ‘comunidades eclesiais’. Para atender aos fi éis, são 62 padres. Apenas 11 pertencem à Arquidiocese, e, destes, somente dois nasceram em Rondônia. Os outros nove foram ordenados em outras dioceses e, depois, se incardinaram na Arquidiocese de Porto Velho. Os demais sacerdotes pertencem a congregações religiosas ou a ‘dioceses irmãs’.
 
“Aqui, as religiosas interagem muito bem com os sacerdotes, no trabalho nas comunidades. Há paróquias que são administradas por religiosas”, explica. Ândreson destaca que o arcebispo, Dom Esmeraldo Barreto, está empenhado em difundir o trabalho vocacional para o sacerdócio. “As pessoas já compreendem que é necessário favorecer o surgimento da vocação local para o sacerdócio”, observa o seminarista.
 
Informações: Jornal a Ordem da Arquidiocese de Natal

Desafios

Passado mais de um ano, vivendo uma experiência missionária nas terras rondonienses, Ândreson diz que o primeiro desafio que encontrou foi tentar dialogar com as pessoas, muitas das quais são oriundas de outros estados, com outros costumes e culturas. “O outro desafio é conciliar os estudos teológicos com o trabalho missionário nas comunidades. Um não deve se sobressair ao outro. E, claro, que quando se está distante da família e das raízes, é natural sentir saudades da terra natal. Embora, entendo que isso tudo é normal e faz parte do despojar-se para a missão”, diz. O retorno de Ândreson Madson para a Arquidiocese de Natal está previsto para o próximo mês de junho, onde deverá concluir o curso de Teologia.

HENRIQUE APRESENTA POTENCIALIDADES DO ESTADO AO BANCO DE DESENVOLVIMENTO DA CHINA


O deputado Henrique Eduardo Alves-PMDB apresentou as potencialidades econômicas do Rio Grande do Norte em diversos eventos realizados durante sua visita oficial à China. Ele esteve reunido nesta quarta-feira 16 com executivos do Banco de Desenvolvimento da China e apresentou dados sobre produção econômica, logística e turismo. Na segunda-feira (14), ele já havia feito apresentação semelhante ao presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional (APN) da China, Zhang Dejiang, e ao secretário do Partido Comunista da China em Beijing, Guo Jinlong.

No Banco chinês, ele explicou que o estado é o maior produtor brasileiro de energia eólica e deve alcançar neste ano uma capacidade instalada de 1.000 megawatts em 42 áreas de geração. Outras 40 estão em fase de construção, de acordo com os dados apresentados por Henrique Alves. Outro tema abordado pelo deputado foi o potencial do estado na área de energia solar, já que o Rio Grande do Norte tem uma forte incidência de sol durante todo o ano. Além da produção de petróleo e outros minerais. O deputado Felipe Maia-DEM também participou da reunião.
 
 
Sobre logística, Henrique Alves destacou que a inauguração do aeroporto internacional Aluizio Alves, em São Gonçalo do Amarante, prevista para maio, vai tornar o Rio Grande do Norte uma porta importante de entrada no continente sul-americano, já que é um dos pontos mais próximos da Europa no território brasileiro. Henrique Alves disse que o novo terminal vai ampliar a capacidade de carga e passageiros e deverá se tornar um dos principais hubs do País.


PMDB FICA LONGE DO PT NA BAHIA

Assim como no Rio Grande do Norte, o PMDB da Bahia vai ficar longe do PT nas eleições de Outubro. Na boa terra, o PMDB indicou Gedel Vieira Lima para o senado, na chapa encabeçada pelo Democrata Paulo Souto para o governo e Joaci Góes-PSDB como vice, o lançamento da chapa aconteceu na segunda feira 14 em Salvador.

CAMPEÃO DE VOTOS

Os mais experimentados em politica garantem que o campeão de votos para câmara federal vai ser um novato, segundo eles a disputa está entre, Walter Alves-PMDB, Zenaide Maia-PR e Rafael Motta-PROS.

ENERGIA MAIS CARA

A ANEEL- Agencia nacional de Energia Elétrica, autorizou a COSERN aumentar a conta de luz dos consumidores de pequeno porte no Rio Grande do Norte, o aumento chega a casa dos consumidores e pequenas industrias, o aumento de 11.4% entra em vigor a partir desta terça feira 22.

JUIZ DA COPA VISITA AEROPORTO ALUIZIO ALVES EM SÃO GONÇALO

O juiz titular do Juizado do Torcedor, Agenor Fernandes, designado pela Presidência do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) para a função, realizou visita técnica às instalações onde deve funcionar o Juizado no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante/RN.
 
Criado através da Resolução n.º 17/2014- TJRN, o Juizado do Torcedor naquele aeroporto deverá funcionar no período de 06 de junho a 1º de julho, com uma equipe composta de servidores do próprio Tribunal de Justiça, bem como de integrantes do projeto "Brasil Voluntários". Para tanto, servidores da Justiça serão convocados para auxiliarem voluntariamente nos trabalhos de atendimento aos torcedores, em regime de plantão, tanto da Comarca de Parnamirim e quanto de São Gonçalo do Amarante.
 
Toda a infraestrutura, como mobiliário e equipamentos tecnológicos, será disponibilizada pelo Tribunal de Justiça para melhor atender aos jurisdicionados que busquem os serviços da Justiça naquele local e durante o período de realização do campeonato mundial de futebol da FIFA.
 
Segundo o magistrado, tão logo se defina o início da operação do novo aeroporto, será feita a transferência de toda a infraestrutura para o local.

DETRAN DÁ INÍCIO À PRIMEIRA TURMA DE MOTOTAXISTA E MOTOFRETISTA EM EXTREMOZ

O Detran/RN iniciou nesta segunda-feira 14 a primeira turma do Curso de Formação de Mototaxista e Motofretista da cidade de Extremoz. A iniciativa está sendo realizada em parceria com a Prefeitura Municipal e engloba neste momento 30 profissionais da área, que ao longo das próximas duas semanas se submeterão a explanações teóricas e aulas práticas.
 
Os profissionais de moto que tenham interesse em participar das próximas turmas devem se dirigir à Secretaria Municipal de Trânsito de Extremoz. Segundo o coordenador pedagógico do curso, Jacob Costa de Oliveira, o Detran trabalha com a perspectiva de que em maio outra turma seja aberta. Outras informações através do telefone 3279 2466.

PLANO DE CONTINGÊNCIA EM SAÚDE PARA AEROPORTO INTERNACIONAL É DISCUTIDO EM SÃO GONÇALO


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA , reuniu na manhã desta terça-feira 15, técnicos da Coordenadoria Estadual de Vigilância e Saúde –COVISA, da Vigilância em Saúde Municipal, da Secretaria de Meio Ambiente e do Consórcio Inframerica, para discussão de procedimentos técnicos e administrativos e serem adotados na elaboração do Plano de Contingência para Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante.
 
No encontro foram definidos os representantes dos órgãos parceiros para compor o grupo de trabalho que irá elaborar o Plano de Contingência com ações a seres desenvolvidas, possíveis eventos e agravos de interesse internacional, minimizando assim os riscos de entrada e disseminação de doenças infectos contagiosas em âmbito nacional e internacional, sendo o instrumento prático e orientador para coordenação de respostas em situação de emergência.
 
Estiveram presentes os secretários municipais de Meio Ambiente e Urbanismos, Hélio Duarte e Saúde, Jalmir Simões, que junto com a coordenadora de vigilância a saúde, Marcia Soares, representará o município no Comitê Internacional de Aeroportos da América Latina. Para Jalmir, a junção de órgãos de vigilância e saúde, trabalhando em conjunto para atuarem em situações de emergência dentro do aeroporto é de fundamental importância para o município. “Esse momento vem fortalecer a parceria dos órgãos de vigilância no que diz respeito a construção do plano de contingência para efetiva atuação no processo de internacionalização do aeroporto,” declarou.

PRESIDENTE DA CHINA QUER PARCERIA ESTRATÉGICA COM O BRASIL


O presidente da China, Xin Jinping, afirmou a parlamentares brasileiros nesta terça-feira 15 que seu país quer estabelecer uma parceria estratégica com o Brasil que se torne um sinal especial para o mundo. A afirmação foi feita durante reunião no palácio presidencial em Beijing com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, e a comitiva de parlamentares brasileiros que está em visita oficial ao país desde domingo.
 
No encontro com os deputados brasileiros, que estavam acompanhados do embaixador do Brasil na China, Waldemar Carneiro Leão, Jinping reafirmou o esforço do governo chinês em fortalecer a confiança mútua entre os dois países e impulsionar a cooperação nas áreas econômica, cultural e política. Ele disse que há um interesse grande, não somente do governo chinês, mas de toda a sociedade em aprofundar as relações bilaterais com o Brasil. Ele lembrou que, em sua visita ao Brasil em 2009, teve uma excelente impressão do País e dos resultados de parcerias entre os dois países em projetos já em execução.
 
Henrique Alves elogiou a agenda de reformas do governo chinês e reafirmou o respeito do governo brasileiro, já manifestado pela presidente Dilma Rousseff, do Congresso e de toda a sociedade brasileira pelos excelentes resultados do país, especialmente na área econômica. Sobre as relações bilaterais, o presidente da Câmara lembrou que há 10 anos o intercâmbio comercial entre China e Brasil não chegava a 5 bilhões de dólares e hoje já é de 85 bilhões de dólares.
 
Esses resultados, segundo Henrique Alves, comprovam a vontade real dos dois países de estreitarem suas relações. E esse esforço, segundo ele, não se restringe a área econômica, mas também a parcerias nas áreas acadêmica, cultural, política e de turismo.

EMATER ENTREGA PEIXE PARA POPULAÇÃO CARENTE DE 102 MUNICIPIOS

A tradição de comer peixe na Semana Santa está garantida para 200 mil pessoas carentes em 102 municípios do Rio Grande do Norte. O benefício é proporcionado pela Emater, em parceria com as prefeituras municipais que, nesta quinta edição da iniciativa, entrega à população 95 mil quilos do pescado tilápia. Cada pessoa cadastrada receberá dois quilos do alimento.
 
Os recursos financeiros são da ordem de R$ 800 mil procedentes do Programa de Aquisição de Alimentos-PA - Compra Direta da Agricultura Familiar, mantido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).
 
O coordenador do Compra Direta, extensionista rural da Emater-RN, Isaac Alves, ressalta que essa ação, além de garantir ao pequeno produtor a comercialização do seu produto por preço justo, sem a presença do atravessador, permite alimento de qualidade para famílias carentes. O calendário de entrega começou ontem 15 e prossegue até a quinta-feira 17 sob a responsabilidade das secretarias de ação social nos municípios contemplados.